NOTÍCIAS

Festas do Barreiro 2015 | Entrega de donativos às duas corporações de bombeiros voluntários do Barreiro, no âmbito do projeto OAU!

Dsc 9911 1 750 2500

No recinto das Festas do Barreiro, decorreu, no dia 11 de agosto, a cerimónia de entrega de donativos às duas corporações de bombeiros voluntários do Barreiro, pela empresa Oleotorres, no âmbito do Serviço de Recolha de Óleos Alimentares Usados do Barreiro – OAU!

Recorde-se que a Câmara Municipal do Barreiro promove o Serviço OAU! desde 2009, que além da recolha dos oleões colocados na via pública, engloba ainda a recolha em estabelecimentos de ensino, restauração e instituições.

Os litros recolhidos de óleo têm sido convertidos em donativos entregues, anualmente, pela empresa OLEOTORRES (com a qual a CMB estabeleceu protocolo para a recolha e tratamento dos óleos alimentares usados) às corporações de bombeiros voluntários do Barreiro Sul e Sueste e Corpo de Salvação Pública. Este ano, o valor entregue a cada corporação foi de 511,48 euros.
De salientar que o óleo alimentar usado pode ser transformado em bio-diesel, mas também em materiais como sabonetes ou velas, possibilitando assim a "reciclagem" de um elemento que, ao não ser recolhido desta forma, é prejudicial para o meio ambiente.
Acácio Coelho, Comandante do Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste, agradeceu à Oleotorres e enalteceu esta iniciativa “que contribui para um Barreiro mais limpo e um Mundo melhor, com mais qualidade, para as próximas gerações”.
Oliveira Soares, Presidente da Direção da Associação dos Bombeiros Voluntários do Barreiro – Corpo de Salvação Pública, realçou o facto de o projeto ter iniciado com 15 oleões nas ruas, sendo que atualmente são mais de 40. “Demonstra a aceitação que tem tido por parte da população”. Salientou ainda a importância dos bombeiros estarem associados, possibilitando assim algum apoio financeiro.

Além dos responsáveis das corporações de bombeiros, estiveram presentes na iniciativa a Vice-Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Sofia Martins, e o Diretor da Oleotorres, André Ferreira.
Os munícipes interessados em obter mais informações sobre como aderir ao Serviço OAU! podem contactar a Divisão de Resíduos através do telefone n.º 212068068.

A Certificação ISCC

No âmbito da nossa certificação ISCC.EU (sustentabilidade), fomos auditados pela empresa Certificadora Gallega del Noroeste, S.L., a qual deu origem a um certificado renovado.

O que é a certificação ISCC ?

ISCC é o primeiro programa de certificação internacional que pode ser usado para testar a sustentabilidade e a redução da emissão de gases de efeito de estufa de todos os tipos de biomassa e bioenergía.

 A Directiva 2009/28/CE estabelece um quadro comum para a promoção de energia proveniente das fontes renováveis. Fixa objetivos nacionais obrigatórios para a quota global de energia proveniente de fontes renováveis no consumo final bruto de energia e para a quota de energia proveniente de fontes renováveis consumida pelos transportes. Estabelece regras em matéria de transferências estatísticas entre Estados-Membros, projetos conjuntos entre Estados-Membros e com países terceiros, garantias de origem, procedimentos administrativos, informação e formação e acesso à rede de eletricidade no que se refere à energia produzida a partir de fontes renováveis. Estabelece critérios de sustentabilidade para os biocombustíveis e biolíquidos.que é a base do sistema de ISCC prevé Estados membros da União Europeia do que os biocombustíveis líquidos só receber apoio financeiro ou de ser levado em consideração para a aplicação das quotas de energias renováveis ​​se a biomassa foi produzidos de forma sustentável .

O objetivo da certificação ISCC ( Certificação Internacional de Sustentabilidade do Carbono ) é o estabelecimento de um esquema internacional transparente para a certificação de biomassa e bioenergia.

Sal vai reciclar óleos alimentares usados

O município do Sal vai fazer a reciclagem de restos de óleos alimentares. O protocolo de cooperação foi assinado esta semana entre a Câmara Municipal e a empresa lusitana Sociedade Portuguesa OLEOTORRES - Óleos Vegetais. A recolha deve ser feita em restaurantes, hotéis, refeitórios e ainda pontos de colecta na via pública.

Ilha do Sal dá os primeiros passos na reciclagem de óleos

Com o intuito de reduzir os problemas associados às redes de esgotos, prevenir a danificação de infra-estruturas de saneamento, bem como a poluição de águas, a Câmara Municipal do Sal e a Sociedade Portuguesa OLEOTORRES -Óleos Vegetais, Lda rubricaram, um protocolo de colaboração, que visa essencialmente a recolha e valorização dos óleos alimentares usados produzidos no Município do Sal, provenientes dos sectores da restauração, hotelaria, refeitórios, bem como do sector doméstico.

Apoio

maiscentro qren ueuropeia  

Certificações

certificado